DALE CARNEGIE TRAINING
ENGAGING IDEAS
Um Guia para Líderes Criarem Comprometimento de Funcionários e Clientes

 

Tema do mês: Apresentações eficazes

A eficácia de uma apresentação pode fortalecer ou enfraquecer o desempenho no ambiente de trabalho. Em algum momento de sua carreira, será exigido que você apresente informações a um grupo de pessoas. É sua responsabilidade ter certeza de que estará apto para atender a esta demanda. Uma pessoa capaz de conduzir uma apresentação eficaz e confidentemente, diferencia-se imediatamente do resto do grupo. Seja você um expert em na arte de palestrar ou apenas um iniciante, este artigo lhe providenciará dicas práticas para você aperfeiçoar seu talento em apresentar e comunicar.

 


 

Livra-se do Estresse em Falar em Público
 

 

Algumas pessoas têm pânico de falar em público, enquanto outras têm a destreza, porém, ainda assim sentem um certo desconforto e estresse. Falar em público não tem que ser uma tortura. Pelo contrário, a experiência pode ajudá-lo a se destacar e a ser notado perante aos outros. Abaixo estão algumas dicas que lhe orientarão como controlar sua ansiedade e fazer uma apresentação formidável.

 

  • Prepare-se. Se você tem o total domínio sobre seu material, definitivamente isso lhe dará uma vantagem a mais durante sua apresentação. Não tente memorizar, você tem que apenas estar familiarizado com o conteúdo.
     
  • Demonstre confiança. A sua introdução dará aos seus ouvintes a primeira ideia de como será a sua apresentação. Certifique-se de não deixar nada para trás.
     
  • Concentre-se nos pontos principais. Ter conhecimento sobre seus argumentos, lhe facilitará a superar a preocupação e a aumentar sua autoconfiança. Você deve também considerar fazer o uso de recursos visuais, cartões de nota, ou técnicas de memória para delinear seus conceitos-chave.
     
  • Defenda suas ideias com evidências. É importante fornecer evidências como prova aos seus argumentos. Evidências auxiliam a plateia a compreender o conteúdo e lhe dá a chance de explicar os seus argumentos com mais precisão.
     
  • Feche com chave-de-ouro. A conclusão é a última impressão que o auditório terá sobre você e sua apresentação. É importante assegurar-se que a conclusão reflete o propósito da apresentação, portanto esse deve resumir o seu conteúdo e oferecer ao público uma direção clara.

 


 

 

Comunicação de via dupla: Feedback

 

Em qualquer situação onde uma pessoa está falando ou agindo, há a oportunidade para o feedback. Nós demonstramos que a contribuição do orador é importante, através do feedback. O objetivo principal do feedback é aperfeiçoar o processo a fim de conquistar o objetivo com sucesso. Respondendo a uma solicitação ou treinando um funcionário por meio de processos de aprendizagem, o feedback é fundamental em gerar resultados para que possamos ser bem sucedidos no trabalho. Esse sucesso pode ser alcançado quando o feedback é genuíno, construtivo e encorajador.

 

  • Reconheça o talento – Identifique uma característica positiva em um funcionário e informe-o o porquê essa característica é relevante e importante. Dessa forma, você estará encorajando e declarando que ele tem tido um ótimo progresso em relação ao seu objetivo.
     
  • Seja sucinto – Seu feedback deve durar entre 10 a 20 segundos. Ser breve e preciso faz a mensagem ser entregue com maior impacto. A atenção estará voltada toda à você, e não será necessário reiterar com respostas muito longas.
     
  • Concentre-se na pessoa e não em você – Lembre-se, você está tentando construir um laço de confiança com seu funcionário. Por isso é importante que você realce as qualidades da pessoa à quem você está dedicando o seu feedback, e não as suas.
     
  • Faça a equipe dar o feedback – Toda vez que for possível, ofereça oportunidades para que os membros da equipe encorajem uns aos outros. Escutar palavras de encorajamento de um colega estimula a autoconfiança do funcionário.
     
  • Certifique-se que a resposta está voltada à pessoa – Tente não repetir o que a pessoa já disse ou fez. Em vez disso, ressalte a o talento e qualidade da pessoa e tente relacioná-los à vida cotidiana dela.

 

 


 

 

Como pensar e agir sob pressão

 

Alguma vez você assistiu àquelas conferências de imprensa onde os repórteres fazem árduas perguntas e recebem ríspidas respostas? Situações assim, onde pessoas estão sendo altamente pressionadas, são incomuns, porém é provável que você já tenha participado de alguma sessão parecida de perguntas e respostas. Abaixo estão algumas maneiras que irão lhe ajudar a se preparar para conferências de natureza igual.

  • Esteja mentalmente preparado – Evite pensamentos negativos tais quais, “espero que a pessoa não me questione nada parecido.” Substitua suas dúvidas e medos com um pensamento positivo de que você causará um bom impacto e boa impressão.
     
  • Conheça seu conteúdo – Ter o domínio sobre o tema em questão o deixará plenamente confortável quando tiver que apresentar.
     
  • Dê exemplos imediatamente – Exemplos ajudam a manter as respostas fluírem livremente. Experiências pessoais são mais fáceis de narrar, especialmente em situações de improviso. Dar exemplos lhe permitirá entrar no ritmo e ajudará a eliminar o nervosismo, como também a prender de imediato a atenção do seu ouvinte.
     
  • Fale com animação e vigor – Quando você insere energia e vigor em sua fala, a sua animação exterior causa um efeito benéfico em seu processo mental. Uma vez que o seu corpo está animado, a sua mente funcionará em um ritmo mais ágil.
     
  • Concentre-se no tema – Caso o tópico saia de foco, certifique-se de retornar ao assunto principal.

 

 

 


Copyright © 2015 Dale Carnegie & Associates, Inc. All rights reserved.