Imprimir  

header_br_newsletter

 

 

Desafios de se Engajar às Mudanças


Toda vez que uma mudança significativa ocorre em uma empresa, consequentemente acarreta desafios. Alguns desses desafios são pessoais, outros evoluem em equipes de trabalho, e outros surgem em toda a empresa. Para ter com êxito a mudança organizacional, precisamos estar cientes dos desafios e preparados para enfrentá-los de forma profissional e com segurança.

 

Geralmente mudanças geram resistência. Indivíduos imaginam que irão perder algum poder, autonomia, ou recursos em decorrência da mudança no local de trabalho. Como resultado, eles se apegam ao status quo, nada se modifica. O papel dos membros de uma equipe em um ambiente em transição é desafiar a si próprios e persuadir os outros a reduzir a resistência e focar nos resultados positivos.

 

Um dos maiores desafios de conseguir engajar-se à uma mudança organizacional, é simplesmente persuadir os colegas ou a equipe a levarem essa transição à sério. Durante tais períodos, normalmente indivíduos preferem esperar e ver o que vai acontecer. Não apoiam e nem resistem à mudança. O seu desafio é incentivar os colegas de trabalho a aceitar e apoiar a transição, e até mesmo tornando-se favorável à ela.

 

Mudanças geralmente ocasionam ansiedade. Indivíduos estão mais suscetíveis a aceitar a mudança, enquanto equipes operam com mais eficácia quando a ansiedade é mínima. O segredo para reduzir a ansiedade é compreender o planejamento, expressar o nível de comprometimento a ele, e reconhecer que, tanto o planejamento estratégico quanto a sua função e dos colegas, irão evoluir durante a mudança.

 

Mudança Organizacional pode acarretar transtorno na cooperação organizacional. Durante períodos de transição, empresas sempre observam o “efeito do silo” (incapacidade de interagir, comunicar e cooperar) entre departamentos, funções e equipes de trabalho. Isso acontece quando equipes começam a operar independentemente de seus departamentos, ou quando equipes cujas responsabilidades se sobrepõe a deles. Cooperação e comunicação quase não existe. Indivíduos presentes em uma mudança organizacional são desafiados a destruir estas barreiras e a construir pontes de cooperação entre as funções organizacionais.

 

Transições e mudanças provocam incertezas quanto às prioridades. Caso a empresa esteja sob uma nova gestão, por exemplo, qual seria a prioridade mais importante? Ou após passar por uma transição e obter bons resultados, qual seria o próximo foco da empresa? Esse desafio é enfrentado através de um planejamento cuidadoso e minucioso.

 


Veja mais artigos relacionados

Liderando Mudanças sem Autoridade

Adaptar ao Implantar a Mudança

 

 

 


Siga-nos online
 

 
© 2016 Dale Carnegie & Associates, Inc..
Todos os Direitos Reservados
 
.
projeto de site e desenvolvimento por Americaneagle.com